fbpx

Você já se emocionou em Cronovisor?

Se você está vendo este post e já assistiu ao Cronovisor, me manda sua opinião? O que você sentiu? O que você mais gostou? Te tocou de uma forma diferente? Não esqueça de mencionar a cidade ou país que você assistiu. Muito obrigado por participar!

Post em destaque

publicado
Categorizado como Post

O potinho

Eu queria guardá-la num potinhoDesses de terrárioPequenininhoPara quando eu me sentir sozinhoLembrar do seu amorDo seu carinhoE do potinho liberar o seu sorrisoMe enchendo de alegriaE de alegria me contaminando a cabeçaE espantando a ansiedadeQue nada do que é ruim se estabeleçaEm qualquer canto de qualquer cidade que eu estejaEu iria te observar no potinhoSorrindo… Continuar lendo O potinho

publicado
Categorizado como Poesia

Palavra bala

A palavra bala que saiu veloz e feriu a pessoa sangrando, em morte, aquele ser que jorrava e o outro que de tanto falar, atirava matava, com o ferro da palavra bala que tanto magoa

publicado
Categorizado como Poesia

O Beco

A Lua reflete do Sol uma luz que lhe falta A falta reflete na alma um total escuro o escuro é a ausência da luz que reflete a forma a forma é um monstro beirando a angústia do espelho O espelho é o reflexo de outro espaço em que observo a mente é o estado… Continuar lendo O Beco

publicado
Categorizado como Poesia

A Craviola e Eu

Essa é minha nova companheira de viagem: uma Craviola. Juntos vamos viajar e emocionar pessoasCada lágrima que cair vai ajudar a enferrujar suas cordasMas vai também limpar a almaCada sorriso que ganharmos nos encantaráCada fã atingido por seus timbres perpetuará a obra desse gênio chamado Renato RussoA partir de agora, minha craviola, milhares de pessoas… Continuar lendo A Craviola e Eu

publicado
Categorizado como Post

O teu nome é Cássia

Entre formas e gosto, desgosto, entre sóis, entre anzóis, entre luas de outono Entre panos e planos de outrora, um mergulho nas drogas, um engano cigano O teu nome que exala um aroma, os teus seios de Roma, nos chamam, e amamos a audácia O teu cheiro de acácia, tua luz, tua glória, rapsódia cinética… Continuar lendo O teu nome é Cássia

publicado
Categorizado como Poesia

Palavras ferem, verbos matam

Palavras feremVerbos matamFrases maltratamSeja um adjetivoUm verbo indiretoUma frase mal formadaRepentinamente ditaQuase sem ser pensadaPalavras feremVerbos matamMachucaram o meninoTransitivos indiretosFizeram uma vítima descuidadaTransitivo assassino de palavra disfarçadaPalavras feremVerbos matam

publicado
Categorizado como Poesia

Portugal ama Legião

Já fiz shows lindos em Lisboa. Dessa vez estou voltando com uma apresentação bem especial. O novo Cronovisor 2024 tem canções que nunca apresentei em terras lusitanas. Também estou tocando pela primeira vez a Craviola, um instrumento brasileiro que Renato Russo amava e com ela compôs grandes sucessos. Os ingressos já estão à venda aqui… Continuar lendo Portugal ama Legião

publicado
Categorizado como Post

O Renato Russo detestava

Acredito que o Renato Russo detestava que as pessoas quisessem manipular seus sentimentos. Ele deixa claro isso na frase “Ninguém vai me dizer o que sentir” que está presente no início e no final da canção Soul Parsifal do disco A Tempestade. Esta mesma frase, ele repete na canção HOJE que foi gravada pela Leila… Continuar lendo O Renato Russo detestava

10 horas

O relógio avança.Pronto!Um segundo já ficou para trás.Virou passado.Dependendo para onde você olhe, tudo pode ser passado ou futuro.O presente não existe.Você não vai paralisar o tempo.Pronto! Agora um minuto já passou.Parado, pensando no tempo que não paraBuscando o futuro, de olho no passadoEu perdi 10 minutos da minha vida.Pronto! Agora já se foram 10… Continuar lendo 10 horas

publicado
Categorizado como Poesia

Curitiba Esgotado

Faltando mais de 20 dias para Cronovisor em Curitiba, os ingressos estão 100% vendidos.

publicado
Categorizado como Post
    0
    Seus Ingressos
    Carrinho está sem ingresso